Páginas

terça-feira, 7 de abril de 2020

Ficar em casa também cansa...

Ivar Hartmann

Após vários dias de confinamento, com saídas apenas para super mercado ou alguma emergência, as pessoas vão ficando sem ter o que fazer. Principalmente se moram em apartamento e, pior, com filhos pequenos. Então quero apresentar algumas boas opções de passar algumas horas distraídas em muito boa companhia. Abra a internet na pagina oficial do Monterey Bay Aquarium. Vá para animals e live cams. Seus filhos vão por certo adorar ver os animais circulando. Não duvido que os preferidos sejam os pinguins. Também o site oficial do San Diego Zoo. Vá para animals e plants e depois para live cams. Se preferir também há filmes com belas imagens para seus filhos. E para os pais também! Já programas para jovens e adultos é conhecer a badalada Torre Eiffel www.toureiffel.paris/em, ou a maravilha da Índia www.tajmahal.gov.in.
E os museus então? Os três principais do mundo: O Metropolitan de Nova York www.metmuseum.org. Um roteiro seria clicar art e depois timeline of art history. O Museu do Louvre www.louvre.fr/en e o British Museum www.britishmuseum.org/visit. Só com estes três museus já temos um mundo impossível de ver em pouco tempo. Para quem gosta de história e de arte, é passear por ela. Os que gostam da Grécia procurem www.theacropolismuseum.gr/em. Os que preferem arte moderna não percam o Museu Picasso www.museupicasso.bcn.cat/em. Aproveitem. O espinhovirus está chegando. Com ele as dificuldades econômicas.

ivar4hartmann@gmail.com

segunda-feira, 6 de abril de 2020

A campanha definitiva contra o Covid-19


A imagem acima é do muro de um cemitério, numa pequena cidade do interior do Brasil.
Fica em casa: não queremos você aqui.
Mais didática, impossível!

domingo, 5 de abril de 2020

A primeira vez na capital


Ciduca Barros

Para todos nós que nascemos e fomos criados em cidades do interior, a nossa primeira visita à capital do estado foi emocionante e ficou para sempre gravada em nossa memória. Eu, por exemplo, fiquei embelezado pelo mar. 
E você?
Raimunda, nascida e criada na zona rural lá do sertão potiguar, foi trabalhar na capital e, logicamente, tudo para ela foi novo e bonito. 
No entanto, o que mais chamou a sua atenção foi a rodovia asfaltada que, naquela época, do Seridó à capital, começava na cidade de Santa Cruz. 
Como eu dizia, aquela estrada preta retinta, com uma lista amarela da sinalização no meio foi o que mais impressionou a simplória Raimunda.


E já na casa onde iria trabalhar, em Natal, depois de arriar a mala, sua nova patroa, para quebrar o clima, lhe perguntou:
– E aí, Raimunda, gostou da cidade?
Ela, que ainda estava deslumbrada com o asfalto, não titubeou:
– É tudo muito bonito, D. Lourdes! Mas eu vi uma coisa tão bonita que chega a dar vontade da gente ficar espiando sem parar...
Que coisa é esta tão bela, Raimunda? – perguntou a patroa.
– É uma coisa que é mesmo que ver uma coisa que nóis mulher tem...
Curiosa, a patroa, mais uma vez, perguntou:
– E que diabo de coisa é essa, mulher?
E ela, muito encabulada, respondeu:
– É uma coisa preta, com duas bandas e com um risco bem no meio...

Escritor e colaborador do Bar de Ferreirinha

sábado, 4 de abril de 2020

Quarentena prorrogada, memes também!

Covid-19 pode ser
diagnosticado 
com teste
caseiro 
***

Chapéuzinho Vermelho 
engordou pra caralho!
Depois de 15 dias de quarentena, Chapeuzinho exagerou: comeu a cesta, o lobo, a vovó e o caçador.


***

Dois em um

sexta-feira, 3 de abril de 2020

Árvore genealógica


Uma garotinha muito curiosa pergunta à mamãe:
- Como é que se criou a raça humana?
A mãe respondeu:
- Deus criou Adão e Eva, eles tiveram  filhos, e os filhos tiveram filhos, e assim estamos aqui.
Dois dias depois, a garotinha faz ao pai a mesma pergunta. 
E o pai responde:
- Há muitos anos, existiam macacos que foram  evoluindo até chegarem aos seres humanos que você vê hoje.
A garotinha, muito confusa, foi tomar satisfações com a mãe:
- Mãe, como é possível que a senhora me diga que a raça humana foi criada por Deus e o papai diga que evoluiu do macaco? Afinal, qual a versão correta?
E a mãe respondeu:
- Olha, minha querida, é muito simples: eu te falei da minha família e o papai falou da família dele.

terça-feira, 31 de março de 2020

Eu me mordo de ciúme



Boletim atualizado da quarentena


***

Quem procura, acha

***

Precaução e caldo
de galinha não
faz mal a ninguém

Ria com os Memes da Quarentena

Você não está só...

***

Devo, não nego,
mas dá pra esperar?
 

***

Comer e não gastar
é bom pra engordar

***

Balas trocadas
não doem!
 

***

Pra acalmar 
a ansiedade
 

***

Vírus machista?
 


Coronavírus e Espinhovírus

Ivar Hartmann

Permitam-me criar uma nova palavra: espinhovirus. Segundo os médicos especialistas, com quarentena ou sem quarentena, o pico do corona no Brasil será pelo fim de abril. Ou seja, vai continuar se propagando até aquela data quando o número de infectados for cerca de metade da população, a maioria dos quais foi infectada e nada ou pouco sentiu, mas com uma previsão de centenas de mortos. Como ocorre todos anos com os mortos por outro vírus, o da gripe. Mas a economia do Brasil não resiste ficar parada até lá. A economia de operários, indústria e comércio não aguenta ter eles parados até a segunda semana de abril. Agora entra o viés político: como o Presidente resolveu diminuir as medidas de quarentena para que  recomecemos a trabalhar, os aproveitadores adversários, aliados a parte da imprensa, sem qualquer estudo técnico, resolveram linchá-lo. É importante sermos de centro e ter a capacidade de analisar o certo e o errado do Governo.
Agora o espinhovírus. Um país parado tem um custo. Qualquer um de nós parado tem um custo. O país não tem condições de ficar mais 20 dias inerte, o cidadão comum não suporta mais 10 dias sem ganhar. Ou morrer da cura. Este é o espinhovírus. Entrou nas nossas carnes e cada dia a mais de parada, maior a dor ou o custo do recomeço. Hoje já se fala, em todo mundo, de restringir apenas o ir e vir aos idosos, a população de maior risco. É o caminho a seguir para o espinhovírus doer menos.

ivar4hartmann@gmail.com

domingo, 29 de março de 2020

A tabela


Ciduca Barros

No Brasil, muitas vezes, não existe um bom relacionamento entre os homens de negócio e os órgãos governamentais existentes para reger o comércio e a indústria. 
Há, sim, uma guerra não declarada. Em certos momentos, há uma trégua ou outra. 
Porém, na maioria das vezes, o que há é muito arrocho, sonegação e tensão, principalmente quando estamos no meio de uma crise financeira.
Na época desta história havia uma crise econômica e muita tensão entre a extinta SUNAB (Superintendência Nacional de Abastecimento) e os panificadores. 
Os donos das padarias alegavam que a SUNAB, que também tinha a função de controlar preços, tabelou o valor do pãozinho, mas não controlava o preço da farinha de trigo. Portanto, segundo eles, os seus lucros estavam, a cada dia, mais achatados. 
Isto posto, quando ocorreu esta história, a briga entre a SUNAB e os panificadores estava no auge.
Naquela cidade seridoense, um determinado cidadão era dono de uma das padarias locais. 
Mesmo sendo um cidadão honesto e pontual em seus compromissos, ele era uma pessoa rude e não instruída. 
E a sua rudeza, em virtude do problema com aquele órgão estatal controlador, estava à flor da pele.
Certa noite, ele cantou a sua esposa com o objetivo de eliminar o seu tesão e, quem sabe, para também aliviar a sua tensão.  
Ela, que vinha utilizando uma tabela de controle de natalidade (eles já tinham cinco filhos), com muito tato, procurou dissuadi-lo da sua intenção sexual.
– Hoje não é possível, João Padeiro! A tabela não permite. 
O homem, que já estava supernervoso, explodiu de vez:
– Puta merda! A porra da SUNAB está interferindo até no entrepernas da minha mulher?

Escritor e colaborador do Bar de Ferreirinha

sábado, 28 de março de 2020

Haja meme na quarentena

A produção industrial brasileira está quase zero, mas a indústria de memes está funcionando a mil!
Hoje, o Bar de Ferreirinha mostra mais algumas criações dos desocupados/criativos, que não param de pensar em fuleiragens durante este período de Covid-19.
Veja mais algumas:

Espirrou? Tô fora!


***

A salvação


***

Jogo de paciência

Tente parar a galinha apressadinha no centro da imagem.
É difícil, mas... 
Conseguiu? 
Tente de novo: ajuda a não endoidecer na quarentena.

sexta-feira, 27 de março de 2020

Sacanagem

brincando na poça d'água





A flor do cárcere

 Euclides da Cunha

Nascera ali – no limo viridente
Dos muros da prisão – como uma esmola
Da natureza a um coração que estiola –
Aquela flor imaculada e olente…
E ele que fora um bruto, e vil descrente,
Quanta vez, numa prece, ungido, cola
O lábio seco, na úmida corola
Daquela flor alvíssima e silente!…
E ele – que sofre e para a dor existe –
Quantas vezes no peito o pranto estanca!..
Quantas vezes na veia a febre acalma,
Fitando aquela flor tão pura e triste!…
– Aquela estrela perfumada e branca,
Que cintila na noite de sua alma…


Agora feda



Merda

Resultado de imagem para tirinhas engraçadas


Aqui tá limpeza

Resultado de imagem para charges nojentas


quinta-feira, 26 de março de 2020

Outros memes da quarentena

E prossegue a saga produtiva dos que não estão fazendo (quase) nada, exceto humor nestes períodos de quarentena por causa do Covid-19.
Os criativos estão cada vez mais inspirados.
Confira!




Se sair, a Morte pega






Dois amigos 
conversando 
pelo whatsapp

- Homem, tô tão sem assunto com a minha mulher aqui que já estou pra contar a ela as putarias que eu fiz no casamento... e seja o que Deus quiser.
E o outro, alarmado:
- Pois fale só as suas, senão a minha quarentena será no meio da rua, sem teto!

Crise? Que crise?


Tosse

Resultado de imagem para este é alguem